Polybius - A Lenda do vídeo game assombrado


Há muito tempo atrás, surgiu uma lenda sobre um vídeo game assombrado que provocava aos seus jogadores terríveis efeitos como ataques epiléticos, desmaios, perda de memória, ou em algumas ocasiões, a morte. Todo esse boato tem como base um único e famoso vídeo game, o Polybius.


A lenda conta que o jogo foi desenvolvido por Ed Rottberg,
desenhista nos tempos do Atari e criador do famoso jogo Battlezone, entre os anos 1979 e 1981. O game teria sido criado e distribuído pela Sinneslöschen Inc. supostamente sob encomenda do governo dos Estados Unidos.

A lenda diz que várias dessas máquinas teriam aparecido da noite para o dia em alguns salões recreativos de Portland (Oregon). A máquina era preta e como único enfeite, mostrava o seu nome na parte superior dianteira. Só possuía um botão e um joystick. Como novidade, no lugar de mover a nave para destruir os atacantes, o que rodava era a tela ao redor da nave. Os gráficos vetoriais estroboscópicos iam acompanhados de brilhantes luzes de cores vivas e intermitentes efeitos luminosos que atraíam os jogadores.


No dia seguinte a sua instalação, já haveria longas fila de pessoas querendo desfrutar do psicodélico jogo. Mas algo terrível se ocultaria por trás das luzes coloridas. Uma série de mensagens subliminares apareceriam para afetar o subconsciente de seus jogadores, que pelas noites sofriam terríveis pesadelos. Perdas de memória, alucinações auditivas, convulsões ou vômitos também seriam relacionados com o terrível vício que a máquina criava nos que ousavam jogar uma partida nela.


Para aumentar ainda mais o mistério deste arcade, alguns usuários assíduos asseguraram ver periodicamente estranhos homens vestidos de preto que iam aos salões onde se encontravam as máquinas, tomavam anotações sobre as pontuações mais altas e em algumas ocasiões, mudavam as suas configurações. Duas testemunhas garantiram que esses homens certa vez esqueceram de sair do menu de opções e que quando olharam a tela, ficaram assustados ao ver uma tela de configuração como opções como "índice de suicídio", "terror noturno", "amnesia" ou "alucinações auditivas".

Sobre as mensagens subliminares que alguns jogadores afirmaram ter percebido, entre rostos fantasmagóricos que apareceriam e desapareceriam muito rapidamente, também haviam textos como "Kill Yourself" ("Se Mate") ou pequenos cortes entre a música do jogo em que se ouviam frases como "Why You Hurt Me?". ("Porque está me machucando?")


Há um rumor de que um garoto de 13 anos caiu morto enquanto jogava uma partida no Polybius, e que depois disso, todas as máquinas foram retiradas de circulação, inclusive as que já estavam em funcionamento, transformando nessa lenda que é hoje.

Bobagem? Talvez, mas vale lembrar de outros jogos como o Tempest da Atari, que também causava uns efeitos negativos como ataques epilépticos, e que hoje em dia, em alguns jogos, há a advertência de seus possíveis efeitos secundários negativos. A isto podemos somar o grande interesse que tinham as empresas publicitárias e também o governo americano em introduzir informação subliminar nos meios visuais. Poderiam então ter realizado um pequeno experimento com este mítico vídeo game.

Fonte: Assombrado
________________________________________________________________________________________________________________________