Seres Humanos serão extintos em 100 anos, segundo cientista


O professor Frank Fenner, cientista australiano que ajudou a erradicar a catapora, prevê que os humanos provavelmente estarão extintos em 100 anos por conta da superpopulação, destruição do meio ambiente e mudanças climáticas.

Segundo Fenner, o homo sapiens não será capaz de sobreviver à explosão populacional e ao consumo desenfreado e será extinto em mais ou menos um século junto com outras espécies.

O cientista tenta não dar voz ao seu pessimismo porque as pessoas estão tentando fazer alguma coisa, mas para ele a situação é irreversível. O efeito que causamos desde a industrialização podem se rivalizar com muitos dos efeitos da Era do Gelo e do impacto de cometas.

“Nós teremos o mesmo destino das pessoas na Ilha de Páscoa”. A ilha na Polinésia viu cerca de 1600 anos de civilização entrar em colapso por conta da superpolução e falta de recursos, até a completa extinção por volta do século 19. Ele ainda completa que mais pessoas significa menos recursos e prevê muitas guerras por comida.

Por outro lado, ainda há vozes otimistas. O professor aposentado e colega de Fenner, Stephen Boyden diz que ainda há uma esperança e que vale a pena fazer alguma coisa para resolver o problema. “Nós temos o conhecimento científico para fazê-lo, nos falta a vontade política”, completa.
________________________________________________________________________________________________________________________