Conheça o projeto Revive & Restore

Quando um animal deixa de existir, não há mais volta. Sua linhagem estará extinta e a única maneira de lembrarmos da espécie é através de fotos ou em espécimes reconstituídos em museus. Porém, os avanços nas técnicas de clonagem e na biologia molecular podem mudar essa história e trazer de volta à vida animais que entraram em extinção.

O Revive & Restore Project (Projeto Reviver e Restaurar na tradução literal do inglês) está trabalhando em métodos e procedimentos para um novo campo da ciência que está sendo chamado de desextinção. O objetivo é trazer animais que viveram na Terra, mas, que de alguma forma, foram extintos. O primeiro passo é a obtenção do genoma completo da espécie através de amostras de DNA. O material genéticopode ser conseguido com exemplares conservados em museus.

As espécies candidatas à desextinção foram escolhidas pelo Revive & Restore Project com base na resposta a três perguntas principais:

• A espécie é desejada? (É um ícone? Desempenhou um papel ecológico importante? Trazê-la de volta ajudará a responder importantes questões para a ciência?)

• Seria prático trazer a espécie? (Há quanto tempo se extinguiu? Existem parentes próximos vivendo hoje? Há amostras de tecido ou espécimes conservados para a extração de DNA?)

• A reintrodução no habitat natural poderia acontecer? (O habitat original está intacto ou pode ser restaurado? As causas da extinção são conhecidas e podem ser corrigidas? As habilidades para a sobrevivência no ambiente natural não precisam ser ensinadas pelos pais? A reintrodução seria viável para a espécie e para o ambiente?).

Confira algumas espécies que poderão ser "desextintas" futuramente.

As Moas, aves neozelandesas gigantescas (cerca de três metros de altura e 250 quilos) e que foram extintas há apenas 600 anos pela caça excessiva. são fortes candidatas, assim como os mamutes lanosos, os alces gigantes (com chifres de três metros de comprimento), o tigre da tasmânia (seu último exemplar morreu em um zoológico há cinquenta anos) e o assustador tigre dente de sabre.
Trazer de volta a vida e introduzir em seus antigos habitats, espécies que já foram extintas é o mesmo que introduzir espécies novas, o que pode causar um desequilíbrio no ecossistema de uma região. Esse é o ponto onde a ciência tem que levar acima de tudo os conceitos de moral e principalmente, responsabilidade.

Fora isso, quem não gostaria de poder ver essas criaturas que de tanto tempo sumidas já mais parecem com seres míticos do imaginário do que com algo que realmente existiu? Além disso, para as espécies extintas pelo homem, não seria esse processo de desextinção, um pedido de desculpas tardio?


________________________________________________________________________________________________________________________