25 Curiosidades sobre os Dinossauros


O maior dinossauro que já existiu
O maior dinossauro que viveu na terra foi o Seismossauro, com 36,5 m de comprimento e 51 toneladas, o peso de nove elefantes.

 Ovo de dinossauro
Os ovos de dinossauros possuíam uma casca muito duram que protegia o filhote. Seu interior era um viveiro que permitia ao bebê dinossauro crescer em segurança. Os ovos variam de tamanho, dependendo da espécie. A maioria dos ovos maiores são fósseis coletados na década de 1990, em rochas do cretáceo existentes na china. Eles possuem 60 cm de longitude e 20 cm de diâmetro.

 Período de vida de um dinossauro
É quase impossível definir exatamente com que idade os dinossauros morriam. Alguns cientistas estão tentando achar o índice de crescimento dos ossos de algumas espécies para vir a definir a sua idade. Acreditam que o Massospondylus, um pequeno dinossauro, viveu entre 30 e 70 anos, o que é quase a média de vida de um ser humano.

 A origem do nome
A palavra "dinossauro" foi inventada em 1842 pelo professor Richard Ownen, estudioso de fósseis na Inglaterra. Ele descobriu que alguns dos maiores fósseis pertenciam a um grupo especial de animais sem nome. Então batizou-os de dinossauros, que significa "lagarto terrível"

 Um dinossauro vivo
Os habitantes dos pântanos do Zaire, na África, afirmam ter visto um dinossauro vivo. Pelas descrições que fizeram, os cientistas acham que se trata de um saurópode como o Astrodon. Mas isso é improvável e os animais vistos deveriam ser elefantes, hipopotamos ou mesmo troncos flutuando.

 Dinossauros tinham pelos?
Até agora, não há indícios de que os dinossauros tivessem pelos. Contudo não da para saber ao certo, já que os pelos são partes maciais, difíceis de fossilizar.

 Quantas espécies de dinossauros existiram?
Até o momento conhece-se em torno de mil espécies. As únicas provas vêm dos fósseis e muitas espécies de dinossauros provavelmente não foram preservadas. Por essa razão, não se sabe precisamente quantas espécies existiram.

 Dinossauros em terras Brasileiras
Os primeiros fósseis de dinossauros Brasileiros foram encontrados em 1897. Hoje, são conhecidos 24 espécies que viveram no Brasil, entre eles o Trigonosaurus, Tapuisaurus, Stauricosaurus e o Amazonsaurus.
Amazonssauro

 Os dinossauros tinham orelhas?
Bem, eles possuíam um conjunto de ossinhos que conduziam os sons do tímpano até as partes do cérebro, onde eles eram detectados. Mas não tinham orelhas como as nossas. As "orelhas" dos dinossauros eram pequenos orifícios do lado da cabeça, na altura de sua junção com o pescoço. O mesmo ocorre com os pássaros e os lagartos.

 Os dinossauros viviam no mar?
Os dinossauros não viveram todo o tempo na água, como os golfinhos e as baleias de hoje. Certamente mergulhavam ou nadavam pequenas distâncias como os cavalos. Mas nenhuma espécie viveu exclusivamente na água. Por isso, animais como os Plesiosaurus, não eram dinossauros.

 Como são nomeados os dinossauros?
- O nome de um dinossauro pode estar relacionado a alguma característica física marcante.
Ex: Triceratops
- Ao local onde foi encontrado.
Ex: Argentinossauro.
- Ou ao nome do responsável pela descoberta.
Ex: Herrerassauro.

 Como os dinossauros se comunicavam?
Os cientistas acreditam que eles se comunicavam através de sons e movimentos.
Exemplo: Os dinossauros que viviam em florestas emitiam sons agudos que atravessavam as árvores.
Exemplo de movimento: Os dinossauros batiam as patas no chão e balançavam a cabeça.

 O dinossauro mais pesado
O Argentinossauro foi a maior e mais pesada espécie de dinossauro. Herbívoro e quadrúpede, media quase 35 metros de comprimento e 20 metros de altura. Usava o longo pescoço para atingir o topo das árvores e obter, desta forma, alimento. Estes grandalhões podiam pesar até incríveis 100 toneladas!
Argentinossauro
 Os verdadeiros descendentes dos dinossauros
Cientistas acreditam que as aves sejam descendentes diretos dos dinossauros.

 O dinossauro mais antigo
Cientistas da argentina afirmam ter encontrado o mais antigo dinossauro. Chamado Herrerassauro, teria 230 milhões de anos.

 A teoria da extinção dos dinossauros
A teoria mais aceita para explicar a extinção dos dinossauros é a que defende a queda de um asteroide na região do atual México, no período Cretáceo. De acordo com paleontólogos, esse esteroide teria aproximadamente 14 km de diâmetro e no momento do impacto, levantou uma nuvem de poeira que cobriu a Terra por meses, impedindo a penetração de raios solares. Muitos animais e vegetais morreram com a falta de luz solar. Sem alimento abundante, os dinossauros foram morrendo com a falta de alimento.

 O dinossauro com mais dentes
O Hadrossauro (dinossauro com bico de pato) era o que tinha mais dentes: 480 em cada arcada, num total de 960 dentes, e ainda renováveis. Um ser humano adulto tem apenas 32 dentes. Durante seu tempo de vida, um Hadrossauro poderia ter tido até 10.000 dentes!
Hadrossauro
 Os dinossauros hibernavam?
É muito provável que os dinossauros hibernassem. Animais como tartarugas e ursos hibernam porque o tempo esfria demais e o alimento fica escasso. Mas o clima na época dos dinossauros era bem mais quente do que é hoje.

 Dinossauros velozes
Pegadas de dinossauros deixadas na lama indicam a velocidade com que se moviam. Medindo a distância entre as pegadas, peritos calculam que alguns dinossauros chegavam a velocidade de até 40km/h

 O menor dinossauro
Microraptor foi uma espécie de dinossauro carnívoro, emplumado e semi-bípede que viveu na primeira metade do período Cretáceo. Media de 50 a 70 centímetros de comprimento e pesava de 1 a 4 quilogramas sendo um dos menores dinossauros que já viveu na Terra.

 Todos os dinossauros eram carnívoros?
Não, na verdade a maioria dos dinossauros se alimentavam de plantas e sementes. Embora não fossem muito comuns, haviam dinossauros onívoros, como o Ornithomimus

 O Pterodáctilo era um dinossauro?
Não, Tecnicamente, os dinossauros são animais terrestres de quatro patas, o grupo de répteis voadores conhecidos como pterossauros, com os quais os dinossauros coexistiram, eram parentes próximos, mas não são considerados dinossauros verdadeiros.
Quetzalcoatlus - A maior espécie de Pterossauro já encontrada.
 O dinossauro mais comum
Iguanodonte é um dos dinossauros mais comuns de se encontrar. Num mesmo lugar, entre 1878 e 1881, em uma mina na bélgica, foram encontrados mais de 36 esqueletos de Iguanodontes.

 O primeiro fóssil de dinossauro achado
Foi em 1763, na Inglaterra, em rochas do período Jurássico, com 166 milhões de anos. E era de um dinossauro chamado Megalossauro, mas como ainda não se sabia sobre os dinossauros, cientistas pensaram que aquele era um osso de perna de um humano gigante.
mais tarde, em 1815, um grande pedaço de mandíbula com vários dentes foi identificado como tendo pertencido a um grande réptil. Mas foi só em 1842 é que descobriram que estes dois ossos pertenceram à mesma espécie de dinossauro, o Megalossauro, o primeiro dinossauro conhecido.

 Algum dinossauro sobreviveu à extinção?
Por incrível que pareça sim. Uma equipe da universidade de Alberta (Canadá) diz que há dinossauros que sobreviveram mais de 700 mil anos depois do impacto.
Ao usar o método de datação U-Pb em um fóssil de um Hadrossauro encontrado no Novo México, o grupo chegou a conclusão que esse dinossauro não sumiu da face da Terra por causa do asteroide. Os pesquisadores consideraram várias razões que explicam por que o Hadrossauro sobreviveu a extinção em massa dos dinossauros no fim do período Cretáceo.
A principal é que a vegetação não tenha sumido em algumas áreas, o que possibilitou a sobrevivência dos Hadrossauros, que se alimentavam de plantas.

Fonte: Site de Curiosidades
________________________________________________________________________________________________________________________