Veja uma estrela explodindo em time-lapse

Um vídeo da NASA divulgado em 2011 mostra um time-lapse de uma estrela explodindo, iluminando e espalhando a poeira interestelar em torno dela na velocidade da luz. E isso não é uma simulação de computador, é um vídeo de um verdadeiro acontecimento, feito com dados registrados ao longo de quatro anos pelo Telescópio Espacial Hubble.

A estrela observada pelo telescópio se chama V838 Monocerotis, uma hipergigante vermelha que é uma das mais brilhantes estrelas da nossa galáxia.

A 20.000 anos-luz de distância da Terra, localizada na constelação de Monoceros, essa estrela sofreu uma súbita explosão em 2002. Ela ficou tão grande que se tornou uma das maiores já observadas, produzindo 600 mil vezes mais luz que o sol.

Cada observação do seu eco de luz pelo Hubble revelava uma nova e única “seção” através da poeira interestelar em torno da estrela. O vídeo juntou imagens observadas desse eco de luz em várias ocasiões entre 2002 e 2006.


Os cientistas pensavam que a origem da explosão era uma super nova, mas logo perceberam que este não era o caso. Até agora, não se sabe o que originou o boom espetacular que iluminou a poeira interestelar em torno da V838 à velocidade da luz.

As atuais teorias são:

  • Uma explosão de super nova atípica (muito improvável);
  • O pulso térmico de uma estrela morrendo (o pulso iluminaria as camadas de material de estrela previamente ejetadas);
  • Um evento termonuclear dentro de uma supergigante maciça (em que o hélio em uma das camadas da estrela maciça inflama e é iniciado um processo de fusão);
  • Uma explosão causada pela fusão de duas estrelas;
  • Um evento de captura planetária (em que a estrela engoliu um dos seus planetas gasosos gigantes).


Fonte: Hyperscience
________________________________________________________________________________________________________________________